Sites Grátis no Comunidades.net Wordpress, Prestashop, Joomla e Drupal Grátis
Translate this Page






Partilhe esta Página


OTIMIZAÇÃO DE SITES
OTIMIZAÇÃO DE SITES

 

Estratégias básicas de otimização:
faça você mesmo

Você pode tomar uma série de açoes para ajudar seu site a alcançar destaque nos mecanismos de busca.

Veja aqui e entenda o que os profissionais especializados normalmente fazem.



O serviço de otimização de sites em mecanismos de busca é um trabalho de paciência, que mistura métodos técnicos mas pede também uma consistente organização do conteúdo.

Outras boas práticas simples trazem conseqüências importantes, como deixar o conteúdo de seu site livre para ser encontrado facilmente pelos buscadores e assim receber mais público qualificado.

Vimos também que o trabalho de otimização de sites, conhecido como SEO (Search Engine Optimization), compara a performance dos concorrentes nas palavras–chave principais. Estes textos estão no menu à direita.

A seguir abordaremos algumas estratégias de otimização básicas.

Cada profissional SEO estabelece suas próprias estratégias, à medida que vai ganhando experiência no negócio. Porém, para desenvolvê–las, é necessário conhecer os parâmetros que os robôs analisam.

Os parâmetros se dividem nas categorias On–page e Off–page. A primeira categoria diz respeito à URL e à construção de uma página, enquanto a segunda categoria diz respeito às estatísticas de acesso, links externos e Page Rank.

Estratégias On–page

A base dessas estratégias é inserir as palavras–chave escolhidas no conteúdo. Porém, não é correto colocar todas as palavras–chave que foram selecionadas na segunda etapa da metodologia numa só página.

Para a otimização ter resultado, é necessário escolher uma palavra–chave do conjunto e fazer uma página somente para ela. Tomarei como exemplo um site de materiais de construção. Suponha que na segunda etapa da metodologia foram selecionadas como palavras–chave os termos tijolo, argamassa e cimento.

Agora, seria feita uma página sobre o termo tijolo. Essa página deve falar só sobre isso, mesmo que tenha pouco texto. O Google não exige que as páginas contenham muita informação. Então, não misture as outras palavras–chave da lista nessa página, mas faça uma página para cada um desses produtos.

Uma página que trate de uma única palavra–chave passa a impressão de que é muito relevante para a pesquisa e que o webwriter não é dispersivo. É a noção do capítulo de um livro, dita anteriormente. Por isso, não é bom ser muito abrangente.

Outra estratégia é o posicionamento das palavras–chave em todas as tags do documento. É uma regra que deve ser aplicada à toda otimização On–page, pois os robôs buscam onde o termo pesquisado se situa no documento. Nos resultados da pesquisa, a página que tiver a primeira ocorrência desse termo o mais próximo possível do começo do documento ganha a preferência dos robôs.

Algumas táticas de otimização On–page são as seguintes:

URL. Deve conter a palavra–chave principal de uma página. Se ela for composta como “chave inglesa”, use hífens para separá–la como em ”chave–inglesa.html”. Os robots têm mais facilidade de identificar palavras–chave separadas por hífens.

Tag title. É uma das tags mais importantes para a otimização, pois é a primeira coisa que aparece no resultado da pesquisa. Além de precisar conter a palavra–chave, seu texto deve ser o que o usuário procura. Se ele quer estudar os moluscos, o título pode ser: “Moluscos: conceito|características”. É importante tentar sempre posicionar a palavra–chave em primeiro lugar no título. Também deve–ser evitar gastar caracteres com preposições, por isso, prefira usar dois pontos, travessão, barras etc.

Meta tags Description e Keywords. Embora não tenham mais tanta influência no posicionamento, é bom colocá–las, pois há alguns sites de busca que ainda as utilizam. Podem ser usadas pelos diretórios e servem como um roteiro que não deixa o webwriter fugir do tema abordado na página. Ela deve conter a palavra–chave posicionada como a primeira palavra do texto sempre que possível.

Tags h. Deve ser a primeira coisa que aparece na tag body, porque é um elemento de peso para a otimização. H1 tem o maior peso e h6 tem o menor. Essas tags são oportunidades para melhorar a posição, por isso devem conter a palavra–chave e devem sintetizar bem o que pode ser encontrado na página.

Links (textos de âncora). Também têm um peso considerável, pois os robôs presumem que um link leva a uma página que só fala de um determinado assunto. Não é interessante colocar um texto de âncora como “clique aqui”. Esse texto deve conter a palavra–chave que resume o conteúdo da página linkada por ele.

Tags strong, em e atributo alt . Comentados anteriormente, têm um certo peso para a otimização. O atributo alt deve conter a palavra–chave.

Webwriting. Utiliza as táticas anteriores para compor. Muitos dos seus princípios são decisivos para uma boa otimização On–page, como escrever o texto em forma de esquemas e de modo a evitar excessos de palavras. Com isso, pode usar muitas tags h, strong e em, além de sempre ter oportunidades de repetir a palavra–chave ao longo do texto.

Resumo e conclusão. Como foi dito anteriormente, o primeiro parágrafo que vem após a tag h1 e o último parágrafo são o resumo e a conclusão, respectivamente. São os parágrafos mais importantes do texto e são os que devem ter mais repetição da palavra–chave. O texto do primeiro parágrafo é o que será exibido como descrição para o usuário, portanto, deve ser atraente e deve trazer o que o usuário procura, para que ele visite o site.

Menu depois do conteúdo nas páginas internas. Na maioria das vezes, o menu sempre aparece primeiro no código e só depois aparece o conteúdo da página. É interessante inverter essa ordem, usando div’s ou tabelas vazias, pois os menus distanciam a primeira ocorrência da palavra–chave do começo do documento. Essa inversão é boa até mesmo para melhorar a acessibilidade do site, pois usuários de leitores de tela não terão de esperar a leitura do menu para chegar ao que realmente interessa: o conteúdo. Só é aconselhável colocar o menu antes do conteúdo quando se trata da página inicial do site, pois nela, o importante não é ler o conteúdo, mas usar o menu para navegar.

Páginas leves. Outro fator que distancia a primeira ocorrência da palavra–chave do começo do documento é colocar códigos CSS e JavaScript no documento HTML. Separá–los em arquivos do formato .css e .js, além de reduzir drasticamente essa distância, diminui o tamanho do arquivo HTML. Outra maneira de diminuir o tamanho do arquivo HTML é evitar usar atributos e tags voltados para o design ou forçar tags e atributos a constituírem o layout. Por isso, deixe a tarefa de design para o código CSS. Reduzir o tamanho do arquivo é importante, pois páginas com poucos kbytes ganham a preferência dos robots e podem ser visitadas mais vezes por eles, já que a largura de banda foi diminuída.

Atualização. Importante também é a atualização da página. Ela deve ser constante e faz parte do trabalho do profissional SEO criar um mecanismo de atualização. Muitas vezes, a saída pode ser a interação com o usuário.

Estratégias Off–page

A base dessas estratégias é obter Page Rank através de links externos e controlá–lo. Outra prática é prender a atenção do usuário para que ele fique um bom tempo na página e a adicione aos favoritos. Os fatores Off–page decidem em grande parte o sucesso do posicionamento de uma página nos resultados da busca. Algumas táticas de otimização Off–page são as seguintes:

Meta tag Robots, arquivo robots.txt e o atributo rel dos textos de âncora. Determinam se os robots indexarão ou não uma página do site. Se indexarem–na, ela ganha Page Rank. Caso contrário, ela não ganha e poupa para outras páginas.

Mapa do site. Fazer um mapa do site agiliza o trabalho de indexação do robô e ajuda a distribuir Page Rank.

Se o site do cliente foi criado recentemente e ainda não foi cadastrado (indexado) em nenhum site de busca, será solicitado ao profissional SEO executar esse serviço. Ele pode usar programas de cadastramento automático (menos aconselhável), cadastrar manualmente através de formulários que os buscadores oferecem e esperar os robôs descobrirem o site (mais aconselhável). Esta última maneira só será mais rápida se algum outro site já indexado e que seja visitado regularmente por robôs tiver um link para seu site.

Conseguir links em páginas com alto Page Rank ou que sejam autoridades no assunto. O texto desses links externos deve conter a palavra–chave para a qual sua página foi otimizada.

Cadastrar–se em diretórios, como o Dmoz e o Yahoo!, transmite qualidade e confiabilidade ao seu site, além de conseguir um link externo e mais Page Rank.

Fornecer um espaço para links em seu site. Isso, além de facilitar a negociação por um link externo e não ser um motivo para o usuário clicar no botão voltar, pode forçar esse usuário a adicionar seu site nos favoritos, já que seu site é o meio que o leva a outra página que ele gosta. Por isso, é bom selecionar links interessantes para colocar nesse espaço, com intuito de trazer mais informações úteis ao usuário.

Oferecer conteúdo interessante e completo para prender a atenção do usuário.

Cadastro em diretórios

As estratégias e táticas anteriores foram totalmente voltadas para os mecanismos de busca baseado em robôs. Em mecanismos do tipo diretório, o que conta é um conteúdo único, que não pode ser encontrado em nenhum outro site já cadastrado nesse tipo de buscador. Nele, quem indexa os sites são pessoas e, portanto, avaliam mais rigorosamente as páginas.

É por isso que estar indexado em um diretório transmite qualidade e confiabilidade. A indexação nesse mecanismo é mais lenta e muitos sites não são cadastrados por não se adequarem aos critérios de avaliação.

Muitas táticas abordadas anteriormente colaboram para deixar os site amigável para os usuários e, por isso, facilitam a entrada em diretórios. A acessibilidade, o tempo de download e a interação com o usuário atualmente podem ser diferenciais determinantes.

Outra tática é obedecer às regras de indexação dos diretórios, fornecendo uma descrição discreta e um título idêntico ao da tag title. Deve–se escolher uma categoria com poucos sites e que mais tenha a ver com o seu.

Essas são medidas que aumentam as chances de entrada em diretórios. Uma vez na lista, continue com um bom comportamento para permanecer lá. Enfim, o cadastro num diretório reconhecido pode fazer seu site subir muitas posições nos resultados da busca dos mecanismos baseados em robôs.

Consideração final

Evite o spam, pois, além de correr riscos de reputação e de penalidades para o site otimizado, outros profissionais SEO podem te denunciar para os mecanismos de busca. O Google incentiva isso e oferece um formulário para denúncia